Tags

, , , , , , , , , , ,

No post deste domingo, 25, os nossos meninos soltaram as suas feras e falaram sobre uma tendência que já mostramos aqui no blog: o animal print.

Cada vez mais familiarizados com o blog, hoje eles nos contaram o que acham do animal print: se amam, se odeiam, se acham sexy ou se preferem deixar atrás dos muros do zoo ou soltos em alguma floresta por aí.

Animaizinhos

É a estampa animal ao pé da letra: o próprio bichinho estampando a sua T-shirt, seu vestido ou blusa. Fica uma gracinha. E o que será que eles acham?

Rihanna, Megan Fox, Halle Berry e Christina Aguilera

  • André: Acho roupas com estampas nesse estilo bonitas e, apesar de simples, podem compôr combinações interessantes. O destaque desse estilo fica exatamente na discrição, se comparada aos outros estilos aqui citados.
  • Bruno: Acho bem divertido, não tem tanto apelo à sensualidade e deixa a mulher com uma cara mais jovial, todavia quem for muito mais velha não deve usar, pois dá impressão que essa pessoa é infantil demais e rouba as roupas de sua própria filha de dez anos. Acho que varia muito do tipo de animal que é serigrafado na camiseta; alguns são originalmente mais adultos, outros com cara de criança, por exemplo um filhote de gato ou um tigre (mais intimidador).
  • Jony: Considero um visual mais descolado e simples, adequado para o dia-a-dia e ocasiões informais.
  • Lucas: Gosto, gosto, gosto. Aliás, dá pra dizer que é o pastel de queijo da estampa animal. Coisa icônica, sabe. Pandas, unicórnios, pedobear, escolha sem moderação.

Peça única

Uma única peça para dar um ar selvagem ao seu look. Pode ser uma calça, uma saia, uma blusa, uma T-shirt, enfim… Vale tudo!

Gisele Bündchen, Katie Holmes, Hilary Duff e Giovanna Antonelli

  • André: A peça única é algo interessante no visual de uma mulher, com seu uso correto, o visual fica bonito, mas sem ser extravagante. Claro que há de se haver um bom senso, nunca misture uma estampa de onça com uma estampa de zebra, por exemplo.
  • Bruno: Não. Comigo não funciona. Sei que tem caras por aí que olham duas vezes para uma bunda tigrada, porém é preciso aparecer no bom sentido, e isso não ajuda. Pensando bem, uma peça mais sofisticada até vai, mas sempre me vem a cabeça uma camisa tigrada ultra decotada, e creio que isso não seja um bom sinal para uma mulher de respeito.
  • Jony: Perfeitamente aceitáveis. Mas prefiro que o restante do visual seja mais elegante. Do contrário, há chances de parecer uma combinação “pobre”.
  • Lucas: Creio que há uma época do ano para usar esse tipo de peça. Não lembro a nomenclatura oficial, mas o povo costuma chamar de “carnaval”.

Animal total

A ousadia de quem se joga na tendência e veste animal print da cabeça aos pés.

Eva Mendes, Kate Perry, Kim Kardashian e campanha Dior

  • André: A menos que a mulher seja integrante da realeza de algum país africano, acredito que esse tipo de traje deva ficar longe do corpo das mulheres. Não que eu seja conservador, mas esse tipo de roupa torna o look pesado, o que acaba por taxar a mulher de “perua”.
  • Bruno: Se quisesse ver uma onça no meio da rua, fazia um safari. Horrível, péssimo, bizarro. Tenho medo desse tipo de mulher e passo longe quando vejo uma. Essas estampas são usadas por velhas que não têm mais aquele corpo invejoso, então apelam por uma estampa mais “ousada”, o que não funciona e torna-se uma imagem superficial delas mesmas. Para não ser tão agressivo assim, elas são ótimas para festas a fantasia 🙂
  • Jony:  Não vejo problemas com looks “tigresa” em geral, então as opiniões seguirão esta linha. Entretanto, a idéia da roupa “animal total” é, dentre o restante, a mais arriscada. Acredito que nem toda mulher combina o suficiente com o estilo “animal” para usar apenas esse visual.
  • Lucas: Tem que ter peito pra usar, entende? Tipo, digo força mesmo. Tanta força que só merece usar uma peça dessas quem matou com as próprias mãos o animal anteriormente. Ou seja?

Acessórios

Esse é pra quem não aprovou 100% a tendência ou ainda tem medo de ser muito ousada. Vale pulseira, relógio, chapéu, gorro, lenço, anel, brincos… Qualquer detalhe é válido e, certamente, dará vida ao seu look.

  • André: Novamente, desde que haja bom senso na combinação e um uso não exagerado, o uso de acessórios com estampas animais está aprovado.
  • Bruno: Com certeza, acho que isso não tem problema nenhum, desde que não seja muito grande de forma a gerar comentários implicantes ou que possua algum som irritante, como 10 pulseiras trigadas fazendo muito barulho: lembram-me manicures muito bregas e acima do peso no meio do salão que gritam com suas clientes. No geral, não sou muito fã de mulheres que usam esse tipo de coisa.
  • Jony: Com exceção dos chapéus e cintos, não vejo problemas. Só fica estranho se sobressair o restante do visual, na mesma idéia da peça única.
  • Lucas: Acho válido usar. É diferente. E como tudo que foge ao comum, tem que saber ser usado, de acordo com a personaliadade de cada um. Senão, mesmo que use oncinha, a mulher vai invariavelmente parecer perua.

E aí, meninas! O que acharam da opinião dos meninos do blog? Homens: vocês concordam com as opiniões acima?

Anúncios