Tags

, , , ,

Antes dele, a cor da sola dos sapatos era o que menos nos importava mas, a partir da década de 90, o shoe designer Christian Louboutin promoveu uma mudança quando se fala de sapatos, levando-os de meros acessórios à peças centrais do look. A marca, que completa 20 anos em 2011, ganha exposição em Londres e um livro.

Nascido em 1964, Louboutin sempre quis ser sapateiro. Largou a escola cedo e realizou seu sonho em 1991, ano de fundação de sua própra marca, a Christian Louboutin. Antes disso, Christian trabalhou para a Chanel e para YSL.

Mesmo sendo fundada em 91, a famosa sola vermelha só foi adotada pela marca em 1992. A escolha da sola vermelha foi totalmente por acaso, quando uma das assistentes de Louboutin pintava as unhas com um esmalte Chanel de cor vermelha e o estilista tomou o esmalte da moça e começou a pintar a sola de uma de suas criações com o mesmo.  O estilista justificou a escolha da cor com a seguinte frase: “O vermelho-fogo foi projetado para dizer às pessoas que este par de sapatos são o meu trabalho”. Contudo, esse ano Christian perdeu a exclusividade da sola vermelha.

Além da sola vermelha, as criações de Louboutin são reconhecidas por suas pedrarias, saltos altíssimos, strass, cristais e, até mesmo, penas. Adereços que ele mesmo diz oscilar entre o amor e o ódio. Contudo, as solas coloridas não acabam no vermelho, há também sapatos com solas azuis, mas essas são reservadas para sapatos de noivas.

Famosas e seus Louboutins

Anúncios