Tags

, , , ,

Só por ser dirigido por Tom Ford e protagonizado por Colin Firth (ganhador do Oscar de Melhor Ator em 2010), “A single man” tinha tudo para dar certo, contudo, o filme foi além do estreante diretor-estilista, do magnífico ator protagonista e de um figurino digno de Oscar.

O filme que conta a história de um professor universitário dilacerado pela perda de seu companheiro de longa data e, mesmo assim, mantém as aparências. É dramaticamente poderoso e digno dos inúmeros prêmios que ganhou.

Super premiado, o primeiro filme de Tom Ford não teve figurino assinado pelo mesmo, mas sim por Arianne Phillips, figurinista de “Garota interrompida”, “O Corvo” e “Johnny & June”. Além disso, personal stylist de Lenny Kravitz, Justin Timberlake, Courtney Love e Madonna, só pra citar alguns.

Tanto o figurino masculino quanto o femino são impecáveis e totalmente verossímeis com a moda da época. No figurino masculino temos presença de gravatas slim, sweaters com camisa e uma novidade até então: o jeans. Já para o feminino, o figurino é composto de muitos vestidos tubinho, cabelos com volume, delineador gatinho e flats.

Um fato interessante sobre o filme em si, é que ele tem personagens secundários “baseados” nitidamente em personalidades da época, como James Dean e Bridget Bardot, que não representados respectivamente como Carlos –um jovem filho de mexicanos, e Lois –aluna de George. Esses personagens, apensar de secundários, demonstram a relação dos jovens e seus ídolos da época (mesmo não ficando explicito no filme que Lois e Carlos não são fãs de Bridget e Dean).

Anúncios