Tags

, , , , ,

Nascida em uma família pobre, órfã de mãe aos 7 anos e deixada em um colégio interno aos 8, Gabrielle Bonheur Chanel é uma lenda da moda, a mulher que revolucionou o guarda-roupa feminino e o fez como ele é hoje, salvando as mulheres dos trages antiquados derivados da moda vitoriana do final do século XIX.

Após perder a mãe em 1890, Gabrielle foi deixada num colégio interno pois, por causa da profissão de seu pai, o mesmo não podia cria-la e continuar trabalhando. Aos 18 anos fugiu do interneto com sua prima e em meados de 1903 começou a trabalhar em uma confecção, onde aperfeiçoou suas habilidades na costura. Depois disso, Chanel tentou a vida como atriz e dançaria, contudo, não obteve grande sucesso.

No inicio de 1903, Gabrielle começou a cantar em um bistrô, onde ganhou seu apelido “Coco”, vindo da musica que cantava em suas apresentações  (“Qui qu’a vu Coco dans l’Trocadéro?”). No mesmo ano, Coco se envolveu com Etienne Balsan, herdeiro de uma fabrica de tecidos que na época fazia uniformes para o exercito. Durante seu envolvimento com o herdeiro, Chanel começou a demonstrar interesse por moda e vestir as roupas de Balsan de modo “atualizado”.

Por volta de 1910, Coco conhece o grande amor de sua vida, Arthur “boy” Capel. Envolveu-se então com Boy e no mesmo ano, Capel ajudou Coco a abrir sua primeira loja, que vendia exclusivamente chapéus. A partir de seu relacionamento com Capel, Gabrielle começou a freqüentar a alta sociedade de Paris e assim, expandir sua marca.

Meses mais tarde, Arthur Capel morre em um acidente de carro. Com esse desgosto e a necessidade de recomeçar, Chanel abre sua primeira casa de costura, a Chanel S.A. Até o inicio da II Guerra Mundial, a Maison ia bem e Chanel era reconhecida na França, porém, ela foi obrigada a fechar as portas durante a invazão nazista a Paris.Coco Reabriu as portas em 1945, a Maison não estava muito bem e com isso começou a vender roupas não só para França, iniciando a exportação de suas criações para a América.

A estilista morreu em 1975 no Hotel Ritz de Paris, deixando um enorme legado para o mundo da moda. Considerada a maior estilista do século XX, Chanel tinha uma visão a frente de seu tempo, tornando peças como o Cardigan, o LBD e a bolsa 2.55 classicos e exemplos de elegância e refinamento até hoje.

Anúncios