Tags

, , , ,

O terceiro dia da São Paulo Fashion Week foi, com certeza, um dos melhores. Desfilaram na bienal o maravilhoso Reinaldo Lourenço inspirado em Notre Dame, Ellus ao som de uma Orquestra, Mario Queiroz pela segunda vez produzindo uma coleção feminina, Huis Clois inspirada em Vintage Lingeries e Samuel Cirnansck com extensões de 120m em seus vestidos.

Reinaldo Lourenço celebrou o aniversário de 580 anos da Catedral de Notre Dame, em Paris, dando às suas peças o estilo gótico da construção e a suavidade de seus vitrais em estampas.

Baseada nos vikings e no heavy metal, a Ellus desfilou uma coleção onde imperava o couro, sendo ele preto, colorido ou com peles falsas.

Mario Queiroz, inspirado em sua própria marca, trouxe para a passarela o melhor de suas coleções, tentando ir em sentido oposto às fast fashion, o estilista quis deixar a roupa mais especial, menos comercial.

Huis Clos arrasou! Inspirado em peças de lingerie vintage, o estilista exibiu diversos conjuntinhos e, até mesmo, hot pants, com uma cartela de cores suaves que ia do nude ao verde menta.

Deixando o ar fetichista da ultima coleção, Samuel Cirnansck exibiu uma coleção extremamente feminina e delicada usando muita seda e extenções de tecidos de mais de 120m.

Anúncios