Tags

, , , , ,

O dia 12 de fevereiro foi bastante animado para a temporada de tapete vermelho. Depois dos melhores e piores da 54ª edição do Grammy Awards que a Nina mostrou aqui, chegou a vez de mostrarmos os melhores e piores looks do British Academy of Film and Television Arts ou, se prefererirem, o Oscar Britânico.

Para dar início aos looks do evento, vamos começar com a grande estrela da noite: Meryl Streep, que levou o prêmio de Melhor Atriz pela sua brilhante interpretação na pele de Margaret Thatcher em A Dama de Ferro. Meryl teve dois grandes momentos na noite da cerimônia. O primeiro deles foi seu modelo assinado pela minha musa, Vivienne Westwood. É incrível como a atriz tem bom gosto e o bom senso na hora de vestir. Sempre linda, elegante, ousada e com trajes super adequados para sua idade. Arrasou! Para roubar ainda mais a cena (que já era todinha dela), na hora de receber o troféu, Meryl perdeu seu sapato na subida da escada para o palco e ele foi entregue por (nada mais, nada menos) que Colin Firth. “Minha Cinderela. Vamos lá, deixe que eu te ajudo, sou o seu Príncipe”, disse Firth que se ajoelhou e calçou o sapato na estrela.

Quem também deu o que falar no red carpet, foi a intérprete de Marilyn Monroe em Sete Dias com Marilyn, Michelle Williams, que chegou linda em seu (PASMEM!) H&M de material eco. Mas… Como assim, Michelle?? A ousadia da atriz em utilizar um vestido da fast-fashion mais popular da terra do Tio Sam estaria dando início à uma nova era das marcas fast-fashion? Bom, vamos aguardar pra ver. Michele completou o look com a clutch de Olympia Le-Tan, feita com um livro de Arthur Miller, dramaturgo que, coincidentemente (ou não) já foi casado com Marilyn Monroe. Eu aprovei o look. E vocês?

Gillian Anderson estava incrível com um tomara-que-caia Sybil Connolly vintage de 1956 texturizado com variações entre dourado e branco. Penelope Cruz estava linda de Giorgio Armani e joias Chopard, mas sempre que vejo a atriz em algum red carpet tenho a impressão de que ela está sempre igual. Helena Bonham Carter levou ao tapete vermelho seu estilo desleixado chique. A primeira-dama de Tim Burton foi com um Giles com luvas sem dedos e sapato preto. Até Miss Piggy apareceu por lá com um Louis Vuitton feito sob medida para a porquinha mais querida do mundo.

Christina Ricci levou o troféu FAIL pra casa. Eu sou suspeita pra falar, pois não gosto da atriz, mas vamos nos ater ao look. Um Givenchy metalizado com uma fenda que não se decidiu se queria ser central ou lateral. Sem falar no decote generoso, mas que era disfarçado por uma gola cafona. Nem vamos comentar sobre o cabelo fora de moda e o batom vermelho que deixou o look bastante vulgar. Segura que ela tá bandida! Naomie Harris acertou na escolha da cor para o seu vestido. Vejam com o Emilio Pucci amarelo contrastou lindamente com a pele negra da atriz. Infelizmente ela pecou no modelo: o jogo de tecidos esvoaçantes que trepassam no busto e depois abrem na saia com fendas e vazados é uma ousadia bastante comum e quase nunca cai bem. Já está meio batido!

O reinado do preto

Além dos homens, que não têm muitas opções além do preto, muitas celebridades adotaram a cor como preferida para o tapete vermelho. É o caso de Colin e Livia Firth que foram, respectivamente, de Giorgio Armani e de Paul Smith. Melissa George apostou em um vestido Victoria Beckham. Já Christina Hendricks, assim como Meryl, foi de Vivienne Westwood. O gatíssimo Ralph Fiennes foi de Timothy Everest, enquanto Tom Jones estava elegantíssimo em seu Tom Ford e George Clooney em um comprimento longo de Giorgio Armani.

Anúncios