Tags

, , , , , , ,

O último dia de SPFW foi lindamente aberto pela Cavalera, que apresentou uma coleção inspirada numa Salvador que nem todo mundo conhece, e encerrada memoravelmente por Samuel Cirnansck, provando sua veia artística quando o assunto é moda.

Inspirada numa Salvador diferente da que os turistas conhecem, a Cavalera levou sua coleção para desfilar em um ferro velho e apresentou uma coleção inusitada e digna da marca. Tendências como a saia mullet foram reafirmadas e tecidos como seda e sarja foram os mais utilizados.

Roxo, vermelho, azul e verde fizeram o desfile de André Lima, que apresentou um desfile cheio de influências como grafismos e psicodelia. O mix de estampas em peças de alfaiataria dividiram espaço com os maravilhosos vestidos apresentandos por André.

Cintura marcada, peças estruturadas e saias armadas foi o que dominou o desfile da Têca por Helô Rocha, estreante no SPFW. A estilista se inspirou no livro Volta ao mundo em 80 dias e trouxe varias influências de viagem como bússolas, bolsas em forma decantil  e balões.

Com looks assimétricos e transparências, o desfile de Fernanda Yamamoto mostrou a geometria na passarela. Inspirada por quadrados e dobras, que formavam estampas, a estilista montou uma cartela de cores com muito rosa, amarelo e azul.

Inspirada em drinks, a Amapo mostrou uma coleção exuberante e muito extravagante, com muitas cores e estampas psicodélicas. Dobras e volumes entraram na alfaiataria da grife que incluiu até meia lurex no desfile de verão 2013.

Transpareêcias, bordados e perolas a perder de vista encerraram a edição de verão 2013 do SPFW. Samuel Cirnansck apresentou uma coleção memorável, repleta de tules e rendas bordadas, reafirmando suas características artesanais e delicadas.

Anúncios