Tags

, , , , , , , ,

Que nós aqui no blog amamos um filme sobre realeza, vocês ja sabem  – vide Marie Antoinette e Elizabeth,  the  Golden age –  e, para não perder o costume, hoje falaremos sobre o filme-biografia de uma das mais célebres monarcas do século XIX, a Rainha Vitória da Inglaterra. O longa dirigido por Jean-Marc Vallée conta parte da vida da monarca, num período que vai de seus 17 aos 21 anos.

Interpretada por Emily Blunt (O diabo veste Prada), o filme tem seu enfoque no final da adolescência da princesa Vitória, passando por sua coroação e casamento com seu primo, o príncipe Albert (Rupert Friend), chegando à maternidade da rainha. No longa, é mostrado uma inexperiente Vitória, que tende a ser manipulada – primeiramente por sua mãe e depois por seu tutor e primeiro-ministro, mostrando-a diferente da monarca que a história conhecia.

Apesar do filme contar a história da Rainha Vitória, ele não se passa na era vitoriana e sim na era romântica, tendo em seu figurino muitas flores, cores alegres, mangas bufantes e babados. A figurinista Sandy Powell  (Hugo) ganhou o Oscar pelo figurino de The Young Victória principalmente pela verossimilhança das peças.

Os vestidos usados por Emily eram, em sua maioria, réplicas exatas dos vestidos da Rainha Vitória, alguns deles estavam em um seguro avaliado em mais de 10 mil libras cada peça. Após a morte de seu marido, o príncipe Albert, a rainha vestiu o luto e permaneceu assim por 40 anos, até sua morte em 1901.

Anúncios