Tags

, , ,

Untitled 3Olá, pessoas! Muito tempo que eu não dou as caras por aqui, mas por um bom motivo: desde setembro estou em Portugal, em um intercâmbio, e todos os trabalhos da faculdade daqui, mais as confusões de alojamentos, mais algumas viagens (rere) me deixaram impossibilitada de postar. Enfim, vamos ao que realmente interessa.

Esmalte por aqui, diferente do que eu pensava, é um tanto mais complicado de ter. Não é em qualquer lugar que se acha esmalte bom e barato, como no Brasil, onde um vidrinho sai por cerca de três reais. Em Portugal – e aparentemente na Europa em geral -, um bom esmalte não sai por menos de dois ou três EUROS (algo entre seis e nove reais). Por vidrinho, isso não é pouco.

Há esmaltes mais baratos, sim, que saem por 80 ou até 60 cêntimos (cerca de R$ 2,40 e R$ 1,80), porém com uma qualidade inferior – para não dizer MUITO RUIM – aos demais. Outro ponto importante dos esmaltes aqui: muitos dos mais baratos, ainda que tenham boa durabilidade não tem brilho nenhum, ou seja, é necessário comprar um extra-brilho para pincelar em cima.

IMG_1514A salvação aqui se chama H&M. Encontrei esse conjunto (na verdade, meu namorado que achou e me mostrou) na H&M de um shopping de Lisboa. São quatro cores e um top coat fosco: Black, Blue, Red, Pink e Matte. Os cinco vidrinhos saíram por € 5,95. As cores são ótimas, a durabilidade é de cerca de três dias com o esmalte intacto, a cobertura é boa (duas camadas deixam um resultado muito bom) e não precisa de extra-brilho, o acabamento fica perfeito sem nada por cima.

Untitled 1Hoje eu usei o Blue, um azul fechado levemente cintilante. Normalmente não gosto de esmalte cintilante, mas o brilho deste é bastante sutil. E aí? O que acharam?